Grupo Operacional Oleocolza em destaque no programa da RTP “Faça Chuva Faça Sol”

No passado dia 30 de junho, o tema do programa “Faça Chuva Faça Sol” foi dedicado à produção de Colza. O programa “Faça Chuva Faça Sol” é uma rúbrica semanal no canal RTP2 sobre a agricultura e a floresta em Portugal. Tem como objetivo revolucionar a forma como se olha para a agricultura e floresta em Portugal, demonstrando crescimento, criação de valor e alternativas sustentáveis.

Nos últimos anos, houve várias tentativas de introduzir esta cultura em Portugal. No entanto, só em 2015, devido a um novo impulso por parte da SOVENA e alguns agricultores, é que foi bem-sucedido. Foi então criado o GO Oleocolza com o objetivo de avaliar o impacto de diferentes variedades na capacidade produtiva da colza no Alentejo e Região do Ribatejo.

Nesta rúbrica, contando com a participação de vários parceiros deste Grupo Operacional, foi destacada a importância da colza enquanto cultura de rotação devido às características específicas que apresenta como o tipo de raiz, que ajuda a melhorar a estrutura do solo, e os vários usos que pode ter para a indústria, particularmente como biocombustível. Estes são elementos que o GO Oleocolza pretende explorar e dinamizar, junto de toda a cadeia de valor da colza.

Pode assistir ao episódio completo em RTP PLAY.

 

Os parceiros do GO Oleocolza:

Outras Notícias

2 de Dezembro, 2021Eventos Projetos

Boas práticas no Montado | H2020 MIXED | Dia de campo

Decorreu no passado dia 19 de outubro, o primeiro dia de campo do projeto internacional H2020 MIXED A iniciativa, que contou com a network portuguesa do projeto, focou-se na demonstração de boas práticas a adotar na gestão do Montado. Este evento, decorreu em Samora Correia, na Companhia das Lezírias e contou com 37 participantes. Com [...]

ler mais

4 de Julho, 2022Avisos e Candidaturas

Diversificação de atividades na exploração agrícola | Candidaturas abertas

Estão abertas as candidaturas à operação 10.2.1.3 – Diversificação de atividades na exploração agrícola, nos seguintes Grupos de Ação Local (GAL): São elegíveis investimentos com valor total ≥ 10.000€ e ≤ 200.000€. De entre os diversos critérios de elegibilidade dos beneficiários, destaca-se serem titulares de uma exploração agrícola e efetuarem o respetivo registo no Sistema [...]

ler mais