SUPER G – Co-Innovation Workshops. Até onde é que chegámos?

O projeto SUPER G Sustainable Permanent Grassland Systems, financiado pela União Europeia no âmbito do Programa H2020, no qual a CONSULAI lidera o pacote de Comunicação e Disseminação, entra agora no seu quarto ano. O projeto, que junta um consórcio de 15 países Europeus, visa a promoção do recurso a pastagens permanentes como forma de desenvolvimento de serviços dos ecossistemas – atingindo através de uma gestão sustentável deste tipo de pastagens uma melhor solução a longo prazo que beneficia tanto a rentabilidade do terreno como o meio ambiente.

De forma a promover um melhor entendimento sobre a importância e o funcionamento de pastagens permanentes, desenvolver modelos de gestão rentáveis e sustentáveis das mesmas, observar o desempenho de casos existentes, e apurar as principais barreiras à implementação destas práticas, foram realizados ao longo dos últimos anos do projeto cerca de 18 co-innovation workshops, que juntaram agricultores, proprietários de terrenos agrícolas, consultores, investigadores, entre outros, onde estas e mais ideias foram debatidas em diversas óticas e prespetivas.

Os co-innovation workshops decorreram no terreno, – em 9 países parceiros do SUPER G – de forma a apurar as condições e desafios de cada região em específico e trabalhar com a comunidade agrícola local na procura de soluções.

Com o projeto a entrar numa fase final, identificámos interesse e relevância em sintetizar todos os co-innovation workshops que foram realizados até agora, nas diversas regiões. Desta forma, iremos percorrer os quatro anos do SUPER G, dentro desta sua vertente, de contacto com a comunidade local, organizado pelas suas regiões biogeográficas de atuação: Atlântica (França, Alemanha, Holanda, Reino Unido, Irlanda); Continental (França, Itália, Alemanha, Republica Checa, Eslovénia e Polónia); Mediterrânica (Portugal, Espanha, França, Itália, Montenegro) e Boreal (Suécia); – com a exceção das regiões Panónica e Alpina, visto esta iniciativa não decorreu em nenhum dos seus países constituintes.

 

Região Atlântica

Começamos o percurso pela região Atlântica, que junta quatro países parceiros. Inglaterra recebeu três co-innovation workshops entre o ano de 2019 e de 2020. O primeiro teve lugar nas Bainbridge Farms em Northumberland. Decorreu no dia 26 de Fevereiro de 2019 e contou com a presença de 21 agricultores e consultores agrícolas. O segundo foi na sede da produtora de queijos Quickle’s em Devon, no dia 6 de Março de 2019, contando com a presença de 23 agricultores e consultores. Em ambos foi feita uma introdução do projeto SUPER G, de seguida a comunidade local debateu os principais desafios à adoção de práticas de gestão de pastagens permanentes, procurou identificar problemas que tinham interesse em ver resolvidos e abordaram outros temas que queriam ver explorados ou investigados.

A terceira sessão decorreu no mês de Setembro de 2020, e devido ao contexto atual foi realizada online, contando com a presença de 3 oradores pertencentes às organizações: Agriculture and Horticulture Development Board (AHDB) e ADAS, uma empresa de consultoria ambiental. Nesta sessão foram divulgados alguns resultados da investigação de James Drummond, no âmbito do desempenho de várias espécies de erva.

A Holanda, recebeu dois co-innovation workshops no ano de 2019. O primeiro teve lugar nas instalações da organização: Cows and Opportunities Farm Network, no dia 3 de Maio de 2019. Teve como objetivo a partilha de conhecimento para com a rede de agricultores presente, relativa à melhoria de práticas agrícolas para uma maior eficácia do nível sequestro de carbono dos seus terrenos. Foram ainda discutidas com a comunidade local as medidas que estes estavam dispostos a adotar de forma a melhorar este aspeto, promovendo também uma maior ligação do agricultor com o ambiente. O segundo workshop, teve lugar no dia 9 de Outubro de 2019, junto da rede de agricultores de Alblasserwaard. A sessão teve dois objetivos: divulgar as vantagens e os desafios inerentes à compreensão de análises do solo e de que forma estes dados podem apoiar atividades de gestão agrícola; o segundo, foi a apresentação do projeto SUPER G, apurando a importância dos serviços dos ecossistemas para a comunidade de agricultores locais.

Na Irlanda foram realizados dois co-innovation workshops. As sessões tiveram lugar no dia 26 de Fevereiro de 2019 no Agri-Food and Biosciences Institute em Hillsborough, e no dia 7 de Março de 2019 em Cookstown, discutindo ideias relacionadas com a compatibilidade das condições locais com a adoção de pastagens permanentes, a discussão e identificação de potenciais inovações que contribuem para a melhoria da prática em questão, e como essas inovações se traduziriam em serviços fornecidos pelos ecossistemas.

Relativamente a França, apesar deste país pertencer a duas regiões (Atlântica e Continental), os 4 co-innovation workshop que recebeu, foram em cidades pertencentes à região Atlântica. O primeiro teve lugar no dia 24 de Setembro de 2018, na cidade de Lorraine. O segundo, no dia 9 de Julho de 2019, decorreu na quinta da produtora agrícola GAEC du Pichet, na cidade de Norroy. Pelo que foi apurado, a comunidade local de agricultores nestas duas regiões recorria a práticas agrícolas inovadoras. Desta forma, o objetivo da sessão foi perceber o porquê de estarem a testar novas práticas e a partilha da comunidade para com os responsáveis do projeto as vantagens e desvantagens das mesmas. O terceiro workshop decorreu na região de Meuse, no dia 9 de Julho de 2019, e teve o propósito de partilhar com a comunidade local de agricultores as práticas inovadoras que os responsáveis encontraram nas duas regiões anteriores, estimulando uma divulgação de conhecimento entre comunidades locais francesas.  Para mais informações:

O quarto e último workshop teve lugar na região de Le Neubourg, no dia 11 de Julho de 2019. Durante a manhã foi feita uma visita a uma associação de agricultores, e da parte da tarde a uma quinta local. O objetivo da sessão foi apresentar o SUPER G, conhecer a comunidade local e identificar aspetos que estes querem ver explorados no decorrer do projeto.

 

Região Continental

Passando agora aos co-innovation workshops recebidos pela região Continental, começamos o percurso com Itália. Este país, apenas recebeu uma sessão na cidade de Villastellone, no dia 18 de Abril de 2019, que contou com a presença de cerca de 9 participantes. Durante a sessão foi feita uma apresentação do projeto SUPER G, e foram debatidas as principais forças, fraquezas e ameaças que a comunidade local de agricultores sentia em relação às suas produções agrícolas.

Relativamente à República Checa, este país recebeu, à semelhança de Itália, apenas um co-innovation workshop. Este, teve a duração de três dias: um primeiro na Universidade de Mendel, no âmbito dos 100 anos da instituição, onde o projeto SUPER G foi apresentado a agricultores locais, assim como os resultados económicos de produções agrícolas que utilizavam pastagens permanentes em função das que não utilizavam, terminando com uma descrição sociológica da população rural do país. A segunda sessão decorreu numa propriedade agrícola, que gere cerca de 1.300 hectares de pastagens permanentes, apresentando novamente o projeto e o conceito de serviços do ecossistema e abordando a importância da adoção deste tipo de prática e a maquinaria necessária para o efeito. A terceira sessão, decorreu numa estação de investigação da Universidade de Mendel, onde foi feita uma demonstração de espécies cultivadas em pastagens permanentes.

 

Região Mediterrânica

Relativamente à região Mediterrânica, Espanha recebeu um co-innovation workshop que  decorreu nos dias 20 e 21 de Fevereiro de 2019 na Andalusia Agricultural and Fishing Research and Training Institute (IFAPA), em Córdoba, tendo contado com a presença de 36 agricultores e consultores agrícolas. A sessão teve como objetivo a realização de um curso de formação e a avaliação de como a comunidade de agricultores percecionava a adoção de práticas novas e inovadoras.

Já Portugal recebeu duas sessões. O primeiro co-innovation workshop decorreu no dia 26 de Novembro de 2019 na Herdade da Barrosinha, em Alcácer do Sal. A sessão teve como principais objetivos a apresentação do projeto SUPER G, a identificação e debate relativamente aos problemas associados à gestão de pastagem permanente na agricultura portuguesa, e a discussão relativamente a potenciais tecnologias – que carecem de investigação – de apoio à gestão e implementação destas práticas. O segundo workshop decorreu no dia 19 de Fevereiro de 2020, e abordou as mesmas temáticas mas na cidade de Lisboa, sendo que a primeira sessão se realizou na região do Alentejo permitindo apurar diferentes perceções e ideias de duas diferentes regiões do país.

 

Região Boreal

A região Boreal é apenas integrada pela Suécia, que recebeu duas destas iniciativas. O primeiro co-innovation workshop realizado no país, decorreu no dia 18 de Junho de 2019 na província de Uppland, contando com a presença de 5 agricultores. O objetivo da sessão foi a apresentação do projeto SUPER G, a discussão das condições locais e da sua aplicabilidade para a adoção de pastagens permanentes e a discussão de potenciais inovações dentro desta mesma prática, e de que forma estas inovações contribuem para os serviços fornecidos pelos ecossistemas. O segundo workshop realizou-se no dia 21 de Outubro de 2019, tendo abordado as mesmas temáticas mas numa diferente região da província de Uppland, a cidade de Ultuna, a sessão contou com a presença de 3 agricultores. Apesar da fraca aderência presencialmente em ambas as sessões, a comunidade presente recorreu à plataforma  VFA (Volunteer  & Farmer Alliance Sweden), de forma a discutir os temas abordados com a restante rede de agricultores.

 

 

Ao fim de quatro anos, o projeto SUPER G conta com cerca de 18 iniciativas, que permitem a partilha de conhecimento e de experiência com pequenas comunidades de agricultores por toda a Europa, possibilitando um melhor entendimento dos seus desafios e dificuldades, permitindo um encontro de soluções adaptadas e ajustadas a cada região, visando sempre uma prática agrícola assente na sustentabilidade. Aqui, fica apenas uma síntese do percurso percorrido, aconselhando-o a que conhecer melhor as características de cada região e da sua respetiva comunidade agrícola, através de: https://www.super-g.eu/upcoming-events/#co-innovation.

Outras Notícias

21 de Julho, 2020Informações Projetos

CONSULAI participou no webinar sobre “Utilização de Águas Residuais na Agricultura”

Numa organização conjunta dos Conselhos Regionais dos Colégios de Engenharia Agronómica, do Ambiente e Química e Biológica da Região Sul, realizou-se no dia 15 de julho o webinar sobre “Utilização de Águas Residuais na Agricultura”. Este tema é não só atual, como cada vez mais crítico tendo em conta o atual cenário de escassez hídrica [...]

ler mais

14 de Maio, 2021Informações Projetos

MIXED: O novo projeto H2020 com o objetivo de explorar diferentes tipos de sistemas agroflorestais mistos

Iniciou a 01 de outubro de 2020 um novo grande projeto do programa H2020, o MIXED – Multi-actor and transdisciplinary development of efficient and resilient MIXED farming and agroforestry-systems. O MIXED é um projeto liderado pela Universidade de Aarhus, na Dinamarca e pelo International Centre for Research in Organic Food Systems (ICROFS), constituído por 19 [...]

ler mais